Blog

Brasileiro prefere viver em cidades compactas de acordo com pesquisa

21 de setembro - 2015

No Brasil, mais de 84% da população vive em centros urbanos, segundo dados do ultimo censo do IBGE. Diante disso, a Liberty Seguros, em parceria com o Instituto Teor Marketing, realizou pelo segundo ano consecutivo, uma pesquisa sobre mobilidade urbana para entender as implicações desse tema no cotidiano dos habitantes das principais capitais do país.

Para coleta de dados, foram realizadas entrevistas envolvendo mais de mil pessoas em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador, Curitiba e Belo Horizonte. Do total de entrevistados, 60% são homens e 40% mulheres. A faixa etária média ficou nos 29,3 anos.

Na “Pesquisa de Mobilidade Urbana 2015” a empresa propôs que os participantes imaginassem a cidade ideal. Para 82% dos entrevistados, independentemente de local, faixa etária e sexo dos entrevistados, a cidade ideal é a cidade compacta, onde moradia, trabalho e compras estão, no máximo, a 20 minutos a pé.

Na “cidade compacta” a dependência do carro é menor e mais serviços são oferecidos nos bairros. Mulheres e pessoas acima de 31 anos são as que mais almejam viver em cidades desse estilo, mesmo que isso represente abrir mão de algumas conquistas.

Saiba mais:

– 80% das pessoas querem levar até 20 minutos para o seu deslocamento até o trabalho, compras, estudo e lazer.

– Em comparação a 2014, a preferência pelo uso de automóveis caiu de 50% para 32%

– 65% querem mais flexibilidade no trabalho

– Para morar com mais espaço, 61% dos entrevistados aceitariam morar longe do trabalho

– Entre as capitais consultadas pela pesquisa, São Paulo é a cidade que menos compartilha, enquanto Salvador a que compartilha mais

– O público que mais compartilha é formado por jovens de até 25 anos, moradores de casas de rua e que usam transporte público

– 55% das pessoas fariam suas compras em comércio de bairro; 37 % pela internet e delivery e 9% em grandes centros comerciais

– O Rio de Janeiro é o melhor exemplo de cidade compacta, já que combina a maior parte das características de um lugar compacto, colaborativo e sustentável.

Fonte: Catraca livre, 28 de Agosto de 2015

Leave a Reply